SOBRE A CDM

CDM Arvore da Vida Fiat (107).jpgFundada em 1986, a CDM Cooperação para o Desenvolvimento e Morada Humana é uma organização sem fins lucrativos que trabalha com planejamento, gestão, execução e avaliação de soluções customizadas através de projetos e prestação de serviços, alinhados com as demandas de empresas, órgãos públicos e territórios onde intervêm, visando criar valor compartilhado.
As experiências acumuladas em trinta anos de atuação, permitem constante atualização de produtos e serviços, num processo contínuo de aprendizado organizacional, destacando-se como instituição pioneira. Já desenvolveu projetos nos estados de Minas Gerais, Bahia, Rio de Janeiro, Pernambuco e Sergipe. Internacionalmente atuou em Angola, Moçambique e Peru.

A CDM desenvolve soluções em três áreas:

Desenvolvimento Urbano:

plano diretor, regularização fundiária, planos de intervenção integrada em vilas e favelas e cursos para prefeituras.

Relacionamento Comunitário:

gestão de programas de responsabilidade social empresarial, relacionamento comunitário, formação técnica para instituições públicas e do terceiro setor, articulação de rede socioassistencial, comunicação social, educação ambiental, capacitação profissional, inclusão produtiva e soluções integradas para o licenciamento ambiental.

Voluntariado Corporativo:

planejamento, gestão, avaliação de programas de voluntariado corporativo.

Os projetos são financiados por um mix estratégico de investimento, incluindo recursos diretos, editais, chamamentos públicos, licitações, prêmios e leis de incentivo (FIA, Cultura, ICMS, Rouanet, Lei de Incentivo ao Esporte, entre outros).

Integra a rede internacional de associados da Fundação AVSI.

 


Promover o desenvolvimento humano, respeitando os  princípios de solidariedade e subsidiariedade.

PPTS 7 Lagoas2

 

 

 

 

Centralidade na pessoa: a pessoa está no centro das ações. Tê-la como ponto central significa, antes de tudo, compartilhar as suas necessidades, para assim compartilhar o sentido da vida.

Partir do positivo: valorizar e fortalecer as pessoas, suas histórias, as relações existentes, sem sobrepor os recursos existentes.

Fazer “com”: planejar e executar ações em conjunto, considerando todos os atores envolvidos, num processo integral de relacionamento com os beneficiários das ações, gerando corresponsabilidade.

Subsidiariedade: reforçar as instituições e dinâmicas locais, ao invés de substituí-las.

Parceria: envolver nas ações, empresas, universidades, administrações locais, organizações do terceiro setor e instituições internacionais, na cooperação, segundo os respectivos papéis, para responder às demandas dos territórios.

 

PPTS 7 Lagoas3

 

 

 

 

Patrimônio, presença e relacionamento:

PPR – Patrimônio, Presença e Relacionamento Patrimônio é o conjunto de recursos individuais, familiares ou comunitários que tem a função de possibilitar a adaptação e superação de situações externas negativas e garantir maior segurança e melhor padrão de vida a seus detentores.
(Caroline Moser)
Para promover o desenvolvimento dos próprios talentos e gerar responsabilidade pessoal, é necessário valorizar e reforçar aquilo que as pessoas já construíram: a própria história e as relações existentes, reafirmando o tecido social e o conjunto de experiências que constitui o seu patrimônio de vida.
As ações da CDM visam reforçar, de forma equilibrada, o patrimônio das pessoas nos territórios onde atua.
A superação de obstáculos ao desenvolvimento passa também por encontros humanos, com presença concreta e constante, em relacionamentos cotidianos.

Arvore da Vida Fiat1